FIES: estudantes já podem procurar o banco para renegociar os débitos. Os descontos chegam até 92%

Quem tem dívidas com o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) já pode procurar o banco para renegociar os débitos. Os descontos chegam até 92%.

GANHE DINHERO FAZENDO TRABALHOS ACADÊMICOS – ACESSE AQUI

Renegociação FIES – CAIXA: https://www.caixa.gov.br/programas-sociais/fies/renegociacao-2022/Paginas/default.aspx

Renegociação FIES – BANCO DO BRASIL: https://www.bb.com.br/pbb/pagina-inicial/emprestimos-e-financiamentos/faq—financiamento-estudantil#/

A renegociação de dívidas do fundo de financiamento estudantil FIES vai até o dia 31 de agosto e vale para quem está há mais de 90 dias sem pagar as parcelas do financiamento. A medida deve atender cerca de 1 milhão de pessoas, que estão devendo cerca de R$ 9 bilhões.

Com isso, o governo federal quer reduzir a inadimplência e ajudar quem foi atingido pela crise econômica causada pela pandemia de COVID-19, como explica o coordenador geral de concessão e controle do financiamento estudantil do fundo nacional de desenvolvimento da educação, Rafael Tavares.

O objetivo dessa renegociação de dívidas do FIES é reduzir os índices de inadimplência do programa e mitigar os efeitos da pandemia da COVID-19, possibilitando também.

A retirada do nome dos estudantes dos cadastros restritivos de crédito.

Para quem tem de 90 a 360 dias de atraso, o desconto na renegociação é de 12%, além da isenção de juros e multas, o valor pode ser parcelado em até 150 prestações.

Quem está com as parcelas atrasadas há mais de 1 ano terá desconto de 86,5% sobre o valor principal. Caso o estudante seja inscrito no cadastro único do governo federal. Ou tenha recebido o auxílio emergencial, o desconto chega a 92% nos 2 últimos casos.

O valor pode ser dividido em até 10 parcelas mensais. Para o diretor executivo da associação Brasileira de mantenedoras de ensino superior, Sólon Caldas, a medida veio em importante momento em que várias pessoas perderam seus empregos por causa da COVID-19.

Essa ação do governo ela vem exatamente nessa direção. Atender os anseios desse aluno e da oportunidade para que ele possa quitar a sua dívida e retomar a sua vida.

***



Categorias:PREVIDÊNCIA

PERGUNTAR

%d blogueiros gostam disto: