Prova de “História das Ciências Políticas” – ESAB

1 – A quem pertence a formulação abaixo?

“Um grande império supõe uma autoridade despótica naquele que governa. Cumpre que a presteza nas resoluções supra a distância dos lugares para onde são enviadas; que o temor impeça a negligência do governador ou do magistrado distante; que a lei seja ditada por apenas uma pessoa e que ela seja incessantemente substituída, tal como os acidentes que se multiplicam sempre no Estado, na proporção de sua grandeza”.

C) RESPOSTA CORRETA: Montesquieu.

2 – Segundo Montesquieu, existem três sentimentos políticos fundamentais, e cada um deles assegura a estabilidade de um tipo de governo. Assinale qual sentimento não pertence à trilogia proposta pelo pensador:

D) RESPOSTA CORRETA: A aristocracia depende do orgulho.

3 – O chamado modelo Jus Naturalista possui alguns elementos caracterizadores. Indique os elementos caracterizadores corretos e os falsos.

I – O ponto de partida da análise da origem e do fundamento do Estado é o estado de natureza.

II – Entre o estado de natureza e o estado de sociedade há uma relação de contraposição, no sentido de que o estado de sociedade surge como antítese do estado de natureza, do qual é chamado a corrigir os males ou eliminar os defeitos.

III – O ponto de partida da análise da origem e do fundamento do Estado é o estado de barbárie que o impulsiona.

IV – O Estado de natureza é um estado cujos elementos constitutivos são, primária e principalmente, os indivíduos singulares não associados, embora associáveis.

C) RESPOSTA CORRETA: Todas as alternativas estão corretas, exceto a terceira.

4 – Assinale a ideia que não pertence à construção teórica do pensamento de Locke:

D) RESPOSTA CORRETA: Somente alguns homens participam plenamente da sociedade singular que é a humanidade, ligando-se pelo laço de importância hereditária.

5 – Assim como o objetivo de Maquiavel era educar a classe dominante de seu tempo e forçá-la a encarar a realidade das tarefas políticas com as quais a Itália se defrontava, sem ser perturbada pelos dogmas da Igreja, o “príncipe moderno”, o partido, educaria o proletariado e o adestraria para que se tornasse a classe dominante do futuro.

Esta ideia apresentada no módulo pertence a qual pensador?

A) RESPOSTA CORRETA: Gramsci.

6 – Uma das condições que possibilitaram o desenvolvimento da ciência política foi a heresia. Dante Alighieri foi classificado como um herege. Por quê?

B) RESPOSTA CORRETA: Porque a heresia de Alighieri pregou a eliminação do poder mediador do papa, introduzindo teses naturalistas.

7 – Quem defende a tese de que o trabalho é a origem e o fundamento da propriedade?

C) RESPOSTA CORRETA: Locke.

8 – As formulações de __ não surtiram efeito imediatamente, mas abriram caminho ao então novo empresário capitalista, cuja tarefa histórica era inaugurar a Revolução Industrial. No seu devido tempo, durante o século XIX, o programa liberal de ___ encontrou plena vigência, principalmente na Inglaterra e nos Estados Unidos: os obstáculos ao comércio interno foram gradualmente eliminados e mesmo no comércio internacional chegou a reinar com amplo grau de liberdade para as empresas, pelo menos durante a época vitoriana (1819-1901). A burguesia tornou-se, afinal, a classe dominante, mas, paradoxalmente, os princípios da política econômica formulada por ____ e desenvolvida por seus discípulos, deixaram de exprimir seus interesses históricos.

A) RESPOSTA CORRETA: Adam Smith.

9 – Selecione V (verdadeiro) ou F (falso) e marque a alternativa que apresenta a sequência correta:

( ) Para Max Weber, o Estado se define como uma instituição humana que pretende, com êxito, o monopólio do uso legítimo da força dentro de determinado território, com o objetivo de garantir a obediência às ordens vigentes.

( ) Também segundo Weber, a dominação carismática – Baseada na veneração da santidade, do poder heróico ou do caráter exemplar de uma pessoa e das ordens por esta reveladas ou criadas – É a que constitui o ponto máximo da evolução das formas de organização do Estado.

( ) Schumpetter promoveu uma reconciliação entre as noções de elite e de governo. Tal reconciliação foi fundamental para a reconstrução das democracias afetadas pela Segunda Guerra Mundial, que necessitavam de lideranças fortes em um momento de crescimento da rivalidade internacional.

C) RESPOSTA CORRETA: V, F, V.

10 – Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. Usaremos (V) para as questões que pertencem a contribuição de Hobbes para o pensamento político e (F) para as questões que não são de Hobbes.

I – O ideal defendido por Hobbes é o da unidade contra a anarquia.

II – Hobbes é obcecado pela ideia da dissolução da autoridade, pela desordem que julga resultar da liberdade de discordar sobre o justo e o injusto, pela desagregação da unidade do poder, destinada a ocorrer quando se começa a defender a ideia de que o poder deve ser limitado, ou, numa palavra, obcecado pela anarquia que seria o retorno do homem ao estado de natureza.

III – O mal que Hobbes mais teme não é a opressão que deriva do excesso de poder, mas a insegurança que resulta, ao contrário, da escassez de poder centralizado.

IV – Condenou corajosamente certos princípios da revolução francesa, notadamente a noção dos direitos do homem na sua abstração e seu absoluto e a impessoalidade das instituições.

C) RESPOSTA CORRETA: V, V, V, F.



Categorias:MATERIAL DE ESTUDO

PERGUNTAR

%d blogueiros gostam disto: