PROVA NP2 PROCEDIMENTO COMUM

NP2 CORRIGIDA

1- PROVAM-SE FATOS COMO REGRA. MAS, EXCEPCIONALMENTE, A LEI DETERMINA QUE DEVEM SER PROVAODOS, SE ASSIM O JUIZ DETERMINAR, TEOR E VIGÊNCIA DE:

a) direito municipal, estadual, estrangeiro e consuetudinário.

b) direito municipal e estadual apenas.

c) apenas direito estadual e estrangeiro.

d) apenas direito estrangeiro e consuetudinário.

e) apenas direito municipal, estadual e estrangeiro.

2 – NUMA AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO E JULGAMENTO NO PROCEDIMENTO COMUM OUVE-SE EM PRIMEIRO LUGAR:

a) sempre o autor e depois o réu

b) preferencialmente as testemunhas do autor e e depois do réu.

c) preferencialmente perito e assistentes

d) preferencialmente o autor e depois o réu

e) sempre as testemunhas do réu e depois do autor.

3 – O JUIZ, EM UM DESPACHO SANEADOR, INVERTEU UM ÔNUS DA PROVA SEM A PERMISSÃO LEGAL E SEM OITIVA DAS PARTES. O RÉU NÃO ACEITOU A DECISÃO E A IMPUGNOU. ASSINALE A ALTERNATIVA CORRETA.

a) por agravo de instrumento, posto se tratar de decisão interlocutória.

b)por embargos declaratórios porque o réu deseja rediscutir e inverter a decisão judicial.

c) por apelação, posto se tratar de decisão interlocutória.

d) por agravo de instrumento, por se tratar de decisão definitiva.

e) por apelação, por se tratar de decisão interlocutória.

4 – ASSINALE A INCORRETA QUANTO AO ÔNUS DA PROVA:

a) pode ser invertido pelo juiz, pelas partes ou pela lei.

b) significa que aquele que alegar um fato tem ônus de prova-lo.

c) geralmente é distribuído pelo juiz no despacho saneador.

d) é uma obrigação jurídica que deve ser cumprida pela parte.

e) trata-se de regra de julgamento que será utilizada se as partes não conseguirem provas suficientes de seus direitos em juízo.

5 – UMA SENTENÇA PERMITINDO AO AUTOR A REINTEGRAÇÃO NA POSSE É CONHECIDA – PARA PONTES DE MIRANA – COMO SENTENÇA PRESDOMINATEMENTE:

a) executória

b) constitutiva negativa

c) constitutiva negativa

d) mandamental

e) declaratória

6 – NÃO PRECISAM SER PROVADOS, EXCETO:

a) fatos sobre os quais pesam indícios

b) fatos afirmados por uma parte e reconhecidos como verdadeiros pela outra parte.

c) fatos confessados;

d) fatos incontroversos;

e) fatos notórios;

7 – QUANTO À ANÁLISE DAS PROVAS E CONVENCIMENTO JUDICIAL ESTÁ CORRETO AFIRMAR QUE NO BRASIL VIGORA O CHAMADO:

a) princípio da prova absoluta.

b) princípio da persuasão e do livre convencimento do juiz.

c) princípio da prova legal.

d) princípio do livre convencimento.

e) princípio do livre convencimento fundamentado (ou motivado)

8 – O AUTOR DECIDE DESISTIR DA AÇÃO. O JUIZ ENCERRA O PROCESSO HOMOLOGANDO A DESISTÊNCIA DA AÇÃO APÓS OUVIR O RÉU . TRATA-SE

a)trata-se de decisão definitiva que induz coisa julgada formal.

b) trata-se de decisão terminativa que induz coisa julgada material.

c) trata-se de decisão interlocutória.

d) de sentença com julgamento do mérito e que fará coisa julgada material.

e) de sentença sem julgamento do mérito e que fará coisa julgada formal.

9 – QUANTO À HIERARQUIA DE PROVAS NO BRASIL ESTA CORRETO AFIRMAR QUE:

a) como expresso no CPC prevalece o entendimento jurisprudencial frente à lei.

b) existe, posto que a perícia sempre deve ser mais considerada como verdade frente à prova tstemunhal.

c) o brasil segue o sistema do livre convencimento do juiz.

d) nenhuma das alternativas esta correta.

e) não existe. mas existem provas que a lei considera imprescindíveis para a comprovar a essência de determinados fatos.

10 – QUANTO AO DEPOIMENTO PESSOAL, ASSINALE A ALTERNATIVA INCORRETA.

a) ocorre na audiência de mediação e conciliação.

b) busca obter a confissão da parte contraria, bem como demais informação da lide.

c) ocorre na audiência de instrução e julgamento ou antes para assegurar resultado útil do processo. Neste caso por cautelar.

d) pode ser determinado pelo juiz.

e) deve ser requerido pela parte contrária.



Categorias:MATERIAL DE ESTUDO

PERGUNTAR

%d blogueiros gostam disto: