PSICOLOGIA JURÍDICA MOD 8

Exercício 1: O conceito “delinquente” é relativamente novo. Quem é delinquente?
A)Alguém que lesa o direito de outro.
B)Alguém que está à margem da sociedade.
C)Alguém que infringe a ordem dada pelo Estado.
D)Alguém que delira. Por isso é delinquente.
E)Alguém que está fora do contexto social.

Exercício 2: A moderna tendência de incluir a psicologia cada vez mais na biologia geral faz com que o psicólogo atual conceba esta questão de um ponto de vista
essencialmente biológico, integrando o denominado ato delituoso na cadeia:
A)Das Ações pessoais
B)Das Ações interdisciplinares
C)Das Ações sociais
D)Das Ações psicológicas
E)Das Ações filosóficas

Exercício 3: Para o psicólogo, como dissemos antes, o delito é um episodio incidental; para o jurista é, na maioria dos casos:
A)O tema descentralizado da sua conduta
B)O tema pelo tema da sua atuação
C)O tema central de sua atuação
D)O tema centralizado de seu pensamento
E)O Tema proposto de sua delinquência

Exercício 4: O futuro de um delinquente se acha menos condicionado pela qualificação que mereça seu delito no Código do que pela ação que sobre sua consciência moral exerçam os acontecimentos provocados pela:
A)Associação ao crime
B)Discrepância moral e ética do delinquente
C)Atitude suspeita do delito
D)Caracterização do delito
E)Intervenção criminológica.

Exercício 5: Um delito é todo ato (positivo ou negativo) de caráter voluntario que se afasta das normas estabelecidas pela legislação do Estado, de maneira que, quando transgredida, encontrem uma qualificação predeterminada nas leis de caráter penal.
A interpretação acima se caracteriza pela atuação de um:
A)Psicólogo
B)Jurista
C)Filosofo
D)Administrador
E)Médico

Exercício 6: De acordo com o filósofo francês Michel Foucault, o conceito de crime varia de acordo com a história. No entanto, para o autor, em todas as sociedades, o
conceito de crime é estabelecido como:
A)Meio de defesa da sociedade contra marginais
B)Meio de defesa do Estado contra a indisciplina da sociedade civil
C)Meio de universalização dos deveres dos cidadãos
D)Meio de marginalização dos que são considerados classe perigosa
E)Meio de autodefesa frente aos perigos apresentados pelo outro.

Exercício 7: O Texto do conteúdo on line faz referência a Michel Foucault, para quem a prisão significa:
A)Um meio legímo de punição do delinquente.
B)Uma atude autoritária do Estado.
C)Uma decisão arbitrária do juiz.
D)Um meio de marginalização das classes perigosas.
E)Um meio de proteger a sociedade .

Exercício 8: Assinale a alternava correta sobre o significado social do trabalho:
A)O trabalho é considerado um instrumento de tortura (tripalium) da sociedade para com o indivíduo;
B)A valorização de quem trabalha está relacionada à sociedade burguesa.
C)O trabalho sempre foi considerado uma atividade enobrecedora;
D)Tecnicamente, pela análise da relação entre trabalho e sociedade, o trabalho não é valorizado, porque quem mais trabalha são as classes marginalizadas.
E)Sob o ponto de vista Psicologia, todos os que não trabalham deveriam ser presos

Exercício 9: Analise as afirmações abaixo. Qual ( ou quais) delas está de acordo com a concepção de trabalho e de prisão para Michel Foucault?
I. A sociedade burguesa valoriza o trabalho e considera delinquente a pessoa que não se submete à disciplina do trabalho;
II. A metáfora do Panópcum de Bertham é usada por Foucault para representar a estrutura da prisão, na qual as pessoas podem o tempo todo ser vistas e controladas sem ver quem as controla, sendo este um meio pelo qual elas forçosamente introjetam a disciplina exigida pela sociedade.
III. Michel Foucault acreditava que a prisão consistia no único meio de educar o delinquente.
Estão corretas as afirmações:
A)Apenas I e II;
B)Apenas II e III
C)Todas as afirmações estão corretas
D)Nenhuma das afirmações está correta
E)Apenas a “I” está correta

FONTE: UNIP



Categorias:MATERIAL DE ESTUDO

PERGUNTAR

%d blogueiros gostam disto: