Seguro Família de R$ 800: Veja as condições para receber

Por VALTER DOS SANTOS

Projeto cria Seguro Família de R$ 800 após Auxílio Emergencial; Veja as condições para receber.


O pagamento foi pensado para cobrir despesas com saúde, alimentação e educação. De acordo com texto, o benefício deve entrar em vigor a partir de janeiro de 2021.

O Programa Seguro Família é mais uma proposta criada para garantir um pagamento mensal para a parte da população em situação financeira desfavorável. De acordo com o Projeto de Lei 2910/2020 (PL), se a medida for aprovada no Congresso, deve pagar cerca de R$ 800 a partir de 1° de janeiro de 2021.

Segundo o PL, o valor pago aos beneficiários não poderá ser menor do que 80% do salário mínimo atual (R$ 1.045), o que resulta no valor de R$ 800 por família. O pagamento foi pensado para cobrir despesas com saúde, alimentação e educação.

O autor da proposta é o deputado Pedro Lucas Fernandes (PTB-BA), ele argumentou que “Diante dos impactos da pandemia de Covid-19, garantir o consumo dos mais pobres se constituirá em importante componente, para a estabilidade social e para revitalizar a economia”, afirmou.

Quem poderá receber o Seguro Família?

Como consta no PL  2910/2020, para receber os R$ 800 do Programa Seguro Família os cidadãos deverão se encaixar nas seguintes regras:

  • Necessário ter pelo menos 18 anos de idade;
  • Não estar recebendo outro benefício como previdenciário, de transferência de renda ou seguro-desemprego;
  • Renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo (R$ 522,50), ou mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);
  • Não ter recebido no ano anterior ao do pagamento do benefício, renda acima do limite de isenção do Imposto de Renda;
  • Ter CPF ativo.

Além disso, como acontece no Auxílio Emergencial, para receber o Seguro Família, a pessoa não poderá ter emprego formal, no entanto, poderão se inscrever:

  • Microempreendedor Individual (MEI);
  • Trabalhadores informais autônomos ou desempregados, intermitente inativo, inscritos no CadÚnico;
  • Contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social;

Documentos que podem ser exigidos

A apresentação de três documentos podem ser exigida para receber  o Seguro Família, são eles:

  • Tentativa prévia de realocação no mercado de trabalho por meio do cadastro no Sistema Nacional de Emprego (Sine);
  • Frequência escolar dos filhos menores de 14 anos;
  • Frequência em curso de alfabetização ou qualificação profissional.

O Projeto de Lei está em trâmite na Câmara dos Deputados. Para obter mais informações, acesse: PL  2910/2020.

veja os detalhes no vídeo abaixo!

Veja também:

Acesse o Método prático para construção de carteira de ações tributárias

Conheça o Método prático para conquistar clientes advogando com proteção de dados – acesse AQUI! ;

Restituição da Multa de 10% do FGTS ;

Prática Tributária Real: um guia do processo judicial tributário;

100 MIL PETIÇÕES – KIT PETIÇÃO PREMIUM 2020 ;

Cobrança do Saldo PASEP dos Servidores Públicos ;

Exclusão do ICMS da Base de Cálculo do PIS/COFINS ;

Nova Correção do FGTS – Material p/ Advogados ;

Restituição de ICMS na Fatura de Energia Elétrica ;

Guia Definitivo do Divórcio ;

Fonte: Edital Concursos Brasil – disponível em: https://editalconcursosbrasil.com.br/noticias/2020/07/projeto-cria-seguro-familia-de-r-800-apos-auxilio-emergencial-veja-as-condicoes-para-receber/

TEMAS RELACIONADOS:

Projeto cria Seguro Família de R$ 800, Programa Seguro Família: novo benefício de R$ 800 com o fim do Auxílio Emergencial, Projeto cria Seguro Família de R$ 800; Saiba quais são as condições para receber, Projeto cria novo Seguro Família de R$ 800 após o auxílio emergencial, Governo pode pagar novo benefício de R$ 800. Veja quem, Projeto cria novo Seguro Família de R$ 800, Projeto cria novo Seguro Família de R$ 800 após o auxílio, Projeto cria Seguro Família de R$ 800 após Auxílio Emergencial,…